Análise Estatística – Fenacor (dados disponíveis até maio/2017)

Fonte: SUSEP



1) Introdução

O objetivo desse texto é fazer uma análise da evolução mensal do mercado segurador brasileiro, visto pelo enfoque dos Estados da União e a partir dos dados públicos da SUSEP.

O texto está dividido da seguinte forma.

- A análise de seguros é separada nos ramos Automóvel, seguro DPVAT, Pessoas, Patrimonial e Demais. Não está considerado o segmento VGBL. O critério de receita é Prêmios Diretos.
- Em capitalização, o critério de receita é prêmios.
- Em previdência, o critério é renda de contribuição. Soma-se a receita do VGBL a este tópico.
- Em todos os ramos, se calcula o valor por Estados e por Região do país.
- Nesse texto, os dados estão acumulados até maio/2017, comparados ao mesmo período do ano anterior.
- Todos os valores estão em R$ milhões.

 

2) Seguros

a) Total

R$ milhões

2016

2017

Var %

AC

36

35

-1%

AM

208

211

2%

AP

30

26

-12%

PA

348

365

5%

RO

154

168

9%

RR

27

26

-1%

TO

140

124

-11%

Norte

942

957

2%

AL

182

194

7%

BA

1.073

1.078

1%

CE

678

685

1%

MA

279

288

3%

PB

273

249

-9%

PE

796

822

3%

PI

166

178

8%

RN

250

258

3%

SE

163

195

19%

Nordeste

3.860

3.947

2%

DF

2.103

1.940

-8%

GO

1.007

1.055

5%

MS

384

453

18%

MT

528

566

7%

Centro-Oeste

4.021

4.013

0%

ES

509

587

15%

MG

3.575

3.608

1%

RJ

4.162

4.101

-1%

SP

16.882

17.567

4%

Sudeste

25.128

25.862

3%

PR

2.745

2.855

4%

RS

3.178

3.265

3%

SC

1.516

1.606

6%

Sul

7.439

7.725

4%

Brasil

41.390

42.504

3%

 

R$ milhões

2016

2017

Var %

Norte

942

957

2%

Nordeste

3.860

3.947

2%

Centro-Oeste

4.021

4.013

0%

Sudeste

25.128

25.862

3%

Sul

7.439

7.725

4%

Brasil

41.390

42.504

3%

 

%

2016

2017

Norte

2%

2%

Nordeste

9%

9%

Centro-Oeste

10%

9%

Sudeste

61%

61%

Sul

18%

18%

Brasil

100%

100%

 

Até abril de 2017, quando comparado ao mesmo período de 2016, temos:

- O faturamento total do setor de seguros subiu 3%, mas esse número está fortemente influenciado pelo seguro obrigatório DPVAT.
- Quando excluímos a receita desse ramo de seguro, tal valor sobe para 7%. Nesse exercício de 2017, houve um ajuste negativo nos prêmios desse ramo, conforme determinação do governo federal, daí essa diferença. Essa taxa de crescimento de 7%, acima da taxa de inflação, é um ponto favorável para o segmento. Ou seja, a evolução do segmento continua melhor do que a do ano anterior.
- A região Sudeste lidera o mercado com 61% da receita total do país.

 

b) Automóvel (sem DPVAT)

R$ milhões

2016

2017

Var %

AC

5

5

5%

AM

61

53

-12%

AP

5

2

-54%

PA

112

111

0%

RO

52

55

4%

RR

5

2

-55%

TO

39

40

4%

Norte

278

269

-3%

AL

80

83

4%

BA

489

461

-6%

CE

270

280

4%

MA

78

83

6%

PB

96

97

1%

PE

278

306

10%

PI

60

64

6%

RN

97

104

7%

SE

67

74

10%

Nordeste

1.516

1.551

2%

DF

355

355

0%

GO

376

394

5%

MS

124

134

8%

MT

166

181

9%

Centro-Oeste

1.021

1.063

4%

ES

213

224

5%

MG

1.063

1.118

5%

RJ

1.080

1.105

2%

SP

4.942

5.302

7%

Sudeste

7.299

7.750

6%

PR

943

1.021

8%

RS

943

1.013

7%

SC

641

673

5%

Sul

2.527

2.707

7%

Brasil

12.641

13.340

6%

 

R$ milhões

2016

2017

Var %

Norte

278

269

-3%

Nordeste

1.516

1.551

2%

Centro-Oeste

1.021

1.063

4%

Sudeste

7.299

7.750

6%

Sul

2.527

2.707

7%

Brasil

12.641

13.340

6%

 

%

2016

2017

Norte

2%

2%

Nordeste

12%

12%

Centro-Oeste

8%

8%

Sudeste

58%

58%

Sul

20%

20%

Brasil

100%

100%

 

Até maio de 2017, houve aumento de faturamento no ramo automóvel de 6%, quando não consideramos o segmento do DPVAT. O maior destaque coube aos estados da região sul e sudeste. Esse patamar está acima da taxa inflacionária no período.

 

c) Seguro DPVAT

R$ milhões

2016

2017

Var %

AC

16

11

-29%

AM

27

21

-25%

AP

8

6

-25%

PA

68

51

-26%

RO

43

34

-21%

RR

8

7

-12%

TO

29

18

-38%

Norte

199

148

-26%

AL

46

31

-33%

BA

123

97

-21%

CE

100

73

-27%

MA

99

73

-27%

PB

48

29

-40%

PE

215

148

-32%

PI

46

35

-24%

RN

66

48

-27%

SE

33

24

-28%

Nordeste

777

557

-28%

DF

100

70

-29%

GO

169

86

-49%

MS

40

34

-15%

MT

94

69

-27%

Centro-Oeste

402

259

-36%

ES

65

84

29%

MG

847

592

-30%

RJ

392

259

-34%

SP

1.289

888

-31%

Sudeste

2.593

1.823

-30%

PR

335

236

-30%

RS

505

333

-34%

SC

200

145

-28%

Sul

1.041

714

-31%

Brasil

5.012

3.500

-30%

 

R$ milhões

2016

2017

Var %

Norte

199

148

-26%

Nordeste

777

557

-28%

Centro-Oeste

402

259

-36%

Sudeste

2.593

1.823

-30%

Sul

1.041

714

-31%

Brasil

5.012

3.500

-30%

 

%

2016

2017

Norte

4%

4%

Nordeste

16%

16%

Centro-Oeste

8%

7%

Sudeste

52%

52%

Sul

21%

20%

Brasil

100%

100%

 

Em 2017, está havendo uma queda expressiva do faturamento do seguro DPVAT, conforme determinação do governo federal ao final de 2016, ao ajustar os preços desse seguro. Ao final, essa queda nesse exercício será de quase 30% da receita.

 

d) Pessoas

R$ milhões

2016

2017

Var %

AC

9

12

26%

AM

68

78

15%

AP

12

13

8%

PA

113

112

0%

RO

31

40

28%

RR

8

11

28%

TO

22

24

7%

Norte

263

289

10%

AL

33

45

34%

BA

274

268

-2%

CE

193

208

8%

MA

56

63

13%

PB

59

72

24%

PE

200

221

11%

PI

33

45

36%

RN

55

62

13%

SE

42

52

24%

Nordeste

945

1.036

10%

DF

727

1.119

54%

GO

209

245

17%

MS

98

102

4%

MT

118

130

10%

Centro-Oeste

1.152

1.596

39%

ES

132

159

21%

MG

887

991

12%

RJ

1.159

1.263

9%

SP

5.658

5.980

6%

Sudeste

7.836

8.393

7%

PR

729

750

3%

RS

950

1.083

14%

SC

359

421

17%

Sul

2.038

2.254

11%

Brasil

12.235

13.567

11%

 

R$ milhões

2016

2017

Var %

Norte

263

289

10%

Nordeste

945

1.036

10%

Centro-Oeste

1.152

1.596

39%

Sudeste

7.836

8.393

7%

Sul

2.038

2.254

11%

Brasil

12.235

13.567

11%

 

%

2016

2017

Norte

2%

2%

Nordeste

8%

8%

Centro-Oeste

9%

12%

Sudeste

64%

62%

Sul

17%

17%

Brasil

100%

100%

 

Nesse início do ano, a evolução do ramo de pessoas está sendo favorável, quando comparada ao mesmo período do ano anterior. Até agora, temos uma variação total de mais de 10%.

 

e) Patrimonial

R$ milhões

2016

2017

Var %

AC

3

2

-28%

AM

30

32

7%

AP

2

3

39%

PA

29

39

35%

RO

14

19

38%

RR

2

2

9%

TO

13

11

-10%

Norte

93

109

17%

AL

15

18

22%

BA

85

98

16%

CE

85

66

-22%

MA

23

27

22%

PB

27

28

5%

PE

58

79

37%

PI

16

16

3%

RN

20

21

5%

SE

11

22

100%

Nordeste

339

376

11%

DF

136

103

-24%

GO

86

96

11%

MS

31

32

4%

MT

35

38

9%

Centro-Oeste

287

269

-7%

ES

45

44

-2%

MG

391

322

-18%

RJ

553

569

3%

SP

2.761

2.798

1%

Sudeste

3.750

3.733

0%

PR

276

290

5%

RS

350

315

-10%

SC

166

199

20%

Sul

793

804

1%

Brasil

5.263

5.291

1%

 

R$ milhões

2016

2017

Var %

Norte

93

109

17%

Nordeste

339

376

11%

Centro-Oeste

287

269

-7%

Sudeste

3.750

3.733

0%

Sul

793

804

1%

Brasil

5.263

5.291

1%

 

%

2016

2017

Norte

2%

2%

Nordeste

6%

7%

Centro-Oeste

5%

5%

Sudeste

71%

71%

Sul

15%

15%

Brasil

100%

100%

 

Até agora, o faturamento até maio de 2017 dos seguros do ramo patrimonial é 1% maior do que o valor no mesmo período de 2016. Em destaque, a região Sudeste, com mais de 70% do total desse segmento.

 

f) Demais

R$ milhões

2016

2017

Var %

AC

3

5

94%

AM

23

28

22%

AP

3

2

-25%

PA

27

52

92%

RO

13

19

46%

RR

3

4

26%

TO

37

30

-17%

Norte

109

141

30%

AL

8

17

127%

BA

100

154

53%

CE

30

58

91%

MA

23

42

81%

PB

43

23

-48%

PE

45

68

51%

PI

11

18

71%

RN

12

23

94%

SE

10

23

125%

Nordeste

283

427

51%

DF

785

293

-63%

GO

167

234

40%

MS

91

151

66%

MT

115

149

30%

Centro-Oeste

1.157

826

-29%

ES

54

76

40%

MG

386

585

51%

RJ

977

904

-7%

SP

2.232

2.599

16%

Sudeste

3.650

4.164

14%

PR

462

558

21%

RS

429

521

21%

SC

150

168

12%

Sul

1.041

1.247

20%

Brasil

6.240

6.805

9%

 

R$ milhões

2016

2017

Var %

Norte

109

141

30%

Nordeste

283

427

51%

Centro-Oeste

1.157

826

-29%

Sudeste

3.650

4.164

14%

Sul

1.041

1.247

20%

Brasil

6.240

6.805

9%

 

%

2016

2017

Norte

2%

2%

Nordeste

5%

6%

Centro-Oeste

19%

12%

Sudeste

58%

61%

Sul

17%

18%

Brasil

100%

100%

 

A variação dos demais ramos também foi positiva. Por exemplo, podemos destacar a evolução dos ramos garantia e habitacional.

 

f) Ramos de Seguros

R$ milhões

2016

2017

Var %

Auto (sem DPVAT)

12.641

13.340

6%

DPVAT

5.012

3.500

-30%

Pessoas

12.235

13.567

11%

Patrimonial

5.263

5.291

1%

Demais

6.240

6.805

9%

Total

41.390

42.504

3%

 

%

2016

2017

Auto (sem DPVAT)

31%

31%

DPVAT

12%

8%

Pessoas

30%

32%

Patrimonial

13%

12%

Demais

15%

16%

Total

100%

100%

 

Na análise da participação dos ramos, os segmentos de automóvel (sem DPVAT) e o de pessoas dividem a liderança do segmento, com um valor bastante similar.

Nesse ano, um fato importante é a queda de participação do seguro DPVAT, para um valor abaixo de 10%.

 

3) Capitalização

R$ milhões

2016

2017

Var %

AC

13

13

-1%

AM

62

59

-6%

AP

14

11

-22%

PA

109

107

-2%

RO

38

34

-10%

RR

9

8

-7%

TO

28

28

-1%

Norte

273

260

-5%

AL

65

37

-43%

BA

278

252

-9%

CE

149

145

-3%

MA

77

68

-12%

PB

64

57

-11%

PE

168

158

-6%

PI

49

49

1%

RN

81

69

-15%

SE

39

33

-15%

Nordeste

970

868

-10%

DF

159

205

29%

GO

213

216

1%

MS

96

88

-8%

MT

111

97

-13%

Centro-Oeste

579

606

5%

ES

104

101

-3%

MG

722

679

-6%

RJ

950

884

-7%

SP

3.133

2.998

-4%

Sudeste

4.909

4.662

-5%

PR

467

468

0%

RS

683

701

3%

SC

365

357

-2%

Sul

1.515

1.525

1%

Brasil

8.246

7.921

-4%

 

R$ milhões

2016

2017

Var %

Norte

273

260

-5%

Nordeste

970

868

-10%

Centro-Oeste

579

606

5%

Sudeste

4.909

4.662

-5%

Sul

1.515

1.525

1%

Brasil

8.246

7.921

-4%

 

%

2016

2017

Norte

3%

3%

Nordeste

12%

11%

Centro-Oeste

7%

8%

Sudeste

60%

59%

Sul

18%

19%

Brasil

100%

100%

 

Nos primeiros meses do ano, o faturamento acumulado desse segmento ainda não conseguiu acompanhar as taxas de inflação. É preciso esperar mais dados para avaliar se essa é uma tendência definitiva.

 

4) VGBL + Previdência

R$ milhões

2016

2017

Var %

AC

13

23

74%

AM

244

263

8%

AP

10

23

135%

PA

196

289

48%

RO

64

74

16%

RR

8

15

74%

TO

71

106

49%

Norte

606

792

31%

AL

129

237

84%

BA

1.599

1.813

13%

CE

1.393

1.381

-1%

MA

127

224

76%

PB

132

204

54%

PE

1.330

1.347

1%

PI

40

84

111%

RN

101

161

59%

SE

45

147

229%

Nordeste

4.896

5.598

14%

DF

459

766

67%

GO

1.818

1.799

-1%

MS

207

264

28%

MT

175

286

63%

Centro-Oeste

2.659

3.115

17%

ES

308

388

26%

MG

3.580

3.884

8%

RJ

5.561

6.138

10%

SP

17.765

20.388

15%

Sudeste

27.214

30.798

13%

PR

2.401

2.561

7%

RS

2.010

2.361

17%

SC

1.510

1.618

7%

Sul

5.921

6.541

10%

Brasil

41.296

46.844

13%

 

R$ milhões

2016

2017

Var %

Norte

606

792

31%

Nordeste

4.896

5.598

14%

Centro-Oeste

2.659

3.115

17%

Sudeste

27.214

30.798

13%

Sul

5.921

6.541

10%

Brasil

41.296

46.844

13%

 

%

2016

2017

Norte

1%

2%

Nordeste

12%

12%

Centro-Oeste

6%

7%

Sudeste

66%

66%

Sul

14%

14%

Brasil

100%

100%

 

No segmento VGBL + Previdência, a variação de receita foi bem favorável em 2016. Em princípio, em 2017, a tendência atual sinaliza uma continuação nesse movimento.