Análise Estatística – Fenacor (dados disponíveis até julho/2020)



Análise Estatística – Fenacor

(dados disponíveis até julho/2020)

Fonte: SUSEP

 

        1) Introdução

        O objetivo desse texto é fazer uma análise da evolução mensal do mercado segurador brasileiro, visto pelo enfoque dos Estados da União e a partir dos dados públicos da SUSEP.

        O texto está dividido da seguinte forma.

  • A análise de seguros é separada nos ramos Automóvel, seguro DPVAT, Pessoas, Patrimonial e Demais. O critério de receita é Prêmios Diretos.
  • Além disso, fazemos uma análise separada, quando são considerados os negócios VGBL e PGBL, valores somados; e Capitalização. Em PGBL, o critério é renda de contribuição; em VGBL, Prêmios Diretos; em Capitalização, Prêmios.
  • Em todos os ramos, se calcula o valor por Estados e por Região do país.
  • Nesse texto, os dados estão acumulados até julho/2020, comparados ao mesmo período do ano anterior.
  • Todos os valores estão em R$ milhões.

        2) Seguros

 

        a) Total

R$ milhões

2019

2020

Var %

AC

67

70

5%

AM

432

459

6%

AP

42

49

16%

PA

601

580

-3%

RO

249

257

3%

RR

41

48

19%

TO

218

225

3%

Norte

1.650

1.689

2%

AL

303

265

-13%

BA

1.730

1.694

-2%

CE

1.105

1.047

-5%

MA

423

407

-4%

PB

398

369

-7%

PE

1.214

1.207

-1%

PI

280

257

-8%

RN

381

371

-3%

SE

289

315

9%

Nordeste

6.123

5.933

-3%

DF

2.241

2.613

17%

GO

1.728

1.814

5%

MS

807

864

7%

MT

1.007

1.053

5%

Centro-Oeste

5.782

6.345

10%

ES

876

944

8%

MG

4.951

5.131

4%

RJ

7.017

7.295

4%

SP

28.432

28.884

2%

Sudeste

41.276

42.253

2%

PR

4.597

4.639

1%

RS

5.396

5.347

-1%

SC

2.651

2.753

4%

Sul

12.643

12.739

1%

Brasil

67.474

68.959

2%

R$ milhões

2019

2020

Var %

Norte

1.650

1.689

2%

Nordeste

6.123

5.933

-3%

Centro-Oeste

5.782

6.345

10%

Sudeste

41.276

42.253

2%

Sul

12.643

12.739

1%

Brasil

67.474

68.959

2%

%

2019

2020

Norte

2%

2%

Nordeste

9%

9%

Centro-Oeste

9%

9%

Sudeste

61%

61%

Sul

19%

18%

Brasil

100%

100%

        Até julho de 2020, quando comparado ao mesmo período do ano anterior, temos:

  • O faturamento total do setor de seguros subiu 2%, um valor levemente positivo. Sem dúvida que o motivo principal para tal comportamento abaixo da taxa de crescimento do ano anterior foram os efeitos da pandemia. Esse momento é completamente atípico para o mercado segurador brasileiro.
  • A região Sudeste lidera o mercado segurador brasileiro, com 61% da receita total do país, vindo a região Sul em seguida, com 18%.

        b) Automóvel (sem DPVAT)

R$ milhões

2019

2020

Var %

AC

12

8

-32%

AM

97

91

-7%

AP

5

4

-23%

PA

175

158

-10%

RO

76

67

-13%

RR

5

4

-35%

TO

60

54

-11%

Norte

431

385

-11%

AL

117

101

-13%

BA

690

609

-12%

CE

412

363

-12%

MA

125

100

-20%

PB

156

137

-13%

PE

477

425

-11%

PI

100

77

-23%

RN

163

134

-18%

SE

117

101

-13%

Nordeste

2.357

2.046

-13%

DF

478

397

-17%

GO

580

549

-5%

MS

217

198

-9%

MT

328

304

-7%

Centro-Oeste

1.603

1.448

-10%

ES

342

317

-8%

MG

1.642

1.547

-6%

RJ

1.634

1.435

-12%

SP

8.338

8.368

0%

Sudeste

11.957

11.667

-2%

PR

1.565

1.488

-5%

RS

1.599

1.465

-8%

SC

1.069

1.041

-3%

Sul

4.234

3.995

-6%

Brasil

20.581

19.540

-5%

R$ milhões

2019

2020

Var %

Norte

431

385

-11%

Nordeste

2.357

2.046

-13%

Centro-Oeste

1.603

1.448

-10%

Sudeste

11.957

11.667

-2%

Sul

4.234

3.995

-6%

Brasil

20.581

19.540

-5%

%

2019

2020

Norte

2%

2%

Nordeste

11%

10%

Centro-Oeste

8%

7%

Sudeste

58%

60%

Sul

21%

20%

Brasil

100%

100%

        Em 2020, quando comparado ao mesmo período do ano anterior, o seguro de automóvel teve uma queda de 5%. Como já comentado, a pandemia foi o fator principal para tal comportamento de variação negativa.

c) Seguro DPVAT

R$ milhões

2019

2020

Var %

AC

2

1

-41%

AM

4

2

-49%

AP

1

1

38%

PA

10

6

-47%

RO

10

4

-63%

RR

1

1

-17%

TO

2

2

17%

Norte

31

17

-45%

AL

6

2

-62%

BA

24

11

-53%

CE

15

10

-31%

MA

7

7

-3%

PB

5

2

-54%

PE

7

7

2%

PI

7

4

-36%

RN

9

6

-36%

SE

3

2

-38%

Nordeste

84

53

-37%

DF

5

4

-23%

GO

22

8

-64%

MS

7

5

-36%

MT

13

8

-39%

Centro-Oeste

48

24

-49%

ES

10

6

-46%

MG

32

29

-9%

RJ

12

12

2%

SP

75

46

-39%

Sudeste

129

92

-28%

PR

15

17

15%

RS

74

14

-81%

SC

25

11

-56%

Sul

114

42

-63%

Brasil

405

229

-43%

R$ milhões

2019

2020

Var %

Norte

31

17

-45%

Nordeste

84

53

-37%

Centro-Oeste

48

24

-49%

Sudeste

129

92

-28%

Sul

114

42

-63%

Brasil

405

229

-43%

%

2019

2020

Norte

8%

7%

Nordeste

21%

23%

Centro-Oeste

12%

11%

Sudeste

32%

40%

Sul

28%

18%

Brasil

100%

100%

 

        Os sucessivos movimentos nesse ramo, com alteração governamental nos valores, fizeram com que tal ramo sofresse alterações bruscas. Atualmente, pelos inúmeros reajustes negativos de preços, os seus valores estão bem abaixo dos números de anos anteriores.

        d) Pessoas

R$ milhões

2019

2020

Var %

AC

34

38

12%

AM

180

176

-2%

AP

30

32

4%

PA

266

260

-2%

RO

95

106

11%

RR

24

29

19%

TO

62

65

6%

Norte

691

706

2%

AL

118

102

-13%

BA

598

587

-2%

CE

424

418

-1%

MA

165

158

-4%

PB

147

142

-3%

PE

405

389

-4%

PI

111

108

-3%

RN

136

146

8%

SE

100

108

8%

Nordeste

2.203

2.159

-2%

DF

1.207

1.684

40%

GO

504

547

8%

MS

237

249

5%

MT

292

309

6%

Centro-Oeste

2.239

2.789

25%

ES

318

339

7%

MG

1.857

1.931

4%

RJ

2.217

2.138

-4%

SP

10.606

10.301

-3%

Sudeste

14.998

14.709

-2%

PR

1.490

1.476

-1%

RS

2.222

2.221

0%

SC

862

947

10%

Sul

4.574

4.645

2%

Brasil

24.705

25.008

1%

R$ milhões

2019

2020

Var %

Norte

691

706

2%

Nordeste

2.203

2.159

-2%

Centro-Oeste

2.239

2.789

25%

Sudeste

14.998

14.709

-2%

Sul

4.574

4.645

2%

Brasil

24.705

25.008

1%

%

2019

2020

Norte

3%

3%

Nordeste

9%

9%

Centro-Oeste

9%

11%

Sudeste

61%

59%

Sul

19%

19%

Brasil

100%

100%

 

        Tal como em outros ramos, a pandemia influenciou o comportamento desse ramo, o segmento de Pessoas, resultando assim em uma variação praticamente zero, em dados até agora.

  e) Patrimonial

R$ milhões

2019

2020

Var %

AC

13

14

7%

AM

73

93

28%

AP

3

9

169%

PA

65

70

8%

RO

31

39

27%

RR

5

9

85%

TO

20

25

23%

Norte

210

260

23%

AL

36

31

-12%

BA

160

189

18%

CE

152

119

-22%

MA

54

55

3%

PB

49

47

-5%

PE

124

144

16%

PI

27

24

-11%

RN

32

45

39%

SE

29

53

80%

Nordeste

664

707

6%

DF

116

130

11%

GO

128

173

34%

MS

74

65

-13%

MT

93

103

11%

Centro-Oeste

412

470

14%

ES

65

76

16%

MG

624

722

16%

RJ

883

901

2%

SP

5.037

5.111

1%

Sudeste

6.610

6.810

3%

PR

440

488

11%

RS

575

586

2%

SC

325

330

2%

Sul

1.340

1.405

5%

Brasil

9.236

9.652

5%

 

R$ milhões

2019

2020

Var %

Norte

210

260

23%

Nordeste

664

707

6%

Centro-Oeste

412

470

14%

Sudeste

6.610

6.810

3%

Sul

1.340

1.405

5%

Brasil

9.236

9.652

5%

 

%

2019

2020

Norte

2%

3%

Nordeste

7%

7%

Centro-Oeste

4%

5%

Sudeste

72%

71%

Sul

15%

15%

Brasil

100%

100%

 O segmento de seguro patrimonial foi outro setor que sofreu com a pandemia. De qualquer maneira, até agora, os seus resultados estão bem satisfatórios, um pouco acima da variação inflacionária no período.

f) Demais

R$ milhões

2019

2020

Var %

AC

6

9

42%

AM

78

97

25%

AP

3

4

21%

PA

84

86

2%

RO

36

42

15%

RR

5

6

18%

TO

74

79

7%

Norte

287

323

12%

AL

27

27

3%

BA

258

299

16%

CE

102

137

34%

MA

73

88

20%

PB

40

41

3%

PE

201

241

20%

PI

35

43

25%

RN

41

40

-1%

SE

40

51

27%

Nordeste

815

968

19%

DF

435

398

-9%

GO

493

538

9%

MS

271

348

28%

MT

280

329

17%

Centro-Oeste

1.480

1.613

9%

ES

140

207

48%

MG

795

902

13%

RJ

2.271

2.808

24%

SP

4.376

5.058

16%

Sudeste

7.582

8.975

18%

PR

1.087

1.168

7%

RS

926

1.061

15%

SC

370

423

15%

Sul

2.382

2.652

11%

Brasil

12.547

14.531

16%

R$ milhões

2019

2020

Var %

Norte

287

323

12%

Nordeste

815

968

19%

Centro-Oeste

1.480

1.613

9%

Sudeste

7.582

8.975

18%

Sul

2.382

2.652

11%

Brasil

12.547

14.531

16%

%

2019

2020

Norte

2%

2%

Nordeste

6%

7%

Centro-Oeste

12%

11%

Sudeste

60%

62%

Sul

19%

18%

Brasil

100%

100%

       Comparado ao mesmo período anterior, a variação dos Demais Ramos está bem mais favorável. Até agora, 16% de crescimento. Um dos motivos principais foi o crescimento de negócios específicos alocados nesse grupo, como o seguro rural.

 g) Ramos de Seguros

R$ milhões

2019

2020

Var %

Auto (sem DPVAT)

20.581

19.540

-5%

DPVAT

405

229

-43%

Pessoas

24.705

25.008

1%

Patrimonial

9.236

9.652

5%

Demais

12.547

14.531

16%

Total com DPVAT

67.474

68.959

2%

Total sem DPVAT

67.069

68.730

2%

%

2019

2020

Auto (sem DPVAT)

31%

28%

DPVAT

1%

0%

Pessoas

37%

36%

Patrimonial

14%

14%

Demais

19%

21%

Total

100%

100%

        Em dados parciais de 2020, o segmento de Pessoas lidera, com 36% dos negócios. O seguro de automóvel vem perdendo espaço relativo ao longo do tempo. Atualmente, está em 28%. Outra perda relativa importante é a queda de participação do seguro DPVAT, que representa menos de 1% do faturamento do segmento.

  3) Capitalização

R$ milhões

2019

2020

Var %

AC

20

20

-2%

AM

118

129

9%

AP

17

17

-1%

PA

184

186

1%

RO

57

53

-8%

RR

12

14

18%

TO

47

51

8%

Norte

456

470

3%

AL

60

51

-16%

BA

401

381

-5%

CE

250

245

-2%

MA

128

111

-14%

PB

103

92

-11%

PE

266

231

-13%

PI

74

65

-12%

RN

132

98

-26%

SE

68

59

-13%

Nordeste

1.484

1.332

-10%

DF

464

403

-13%

GO

367

347

-5%

MS

154

137

-11%

MT

171

178

4%

Centro-Oeste

1.156

1.065

-8%

ES

234

235

1%

MG

1.274

1.239

-3%

RJ

1.325

1.192

-10%

SP

5.148

4.694

-9%

Sudeste

7.981

7.360

-8%

PR

820

792

-3%

RS

1.011

1.010

0%

SC

671

647

-4%

Sul

2.502

2.449

-2%

Brasil

13.578

12.677

-7%

R$ milhões

2019

2020

Var %

Norte

456

470

3%

Nordeste

1.484

1.332

-10%

Centro-Oeste

1.156

1.065

-8%

Sudeste

7.981

7.360

-8%

Sul

2.502

2.449

-2%

Brasil

13.578

12.677

-7%

 

%

2019

2020

Norte

3%

4%

Nordeste

11%

11%

Centro-Oeste

9%

8%

Sudeste

59%

58%

Sul

18%

19%

Brasil

100%

100%

        Até agora, em 2020, o faturamento desse setor teve queda, tal como em outros ativos da economia. A região sudeste lidera a receita de tal setor, com quase 60% do total.

        4) VGBL + PGBL

R$ milhões

2019

2020

Var %

AC

88

93

6%

AM

458

474

3%

AP

55

45

-19%

PA

743

732

-2%

RO

177

171

-4%

RR

87

58

-34%

TO

220

200

-9%

Norte

1.829

1.771

-3%

AL

391

336

-14%

BA

2.445

2.100

-14%

CE

1.325

1.209

-9%

MA

571

526

-8%

PB

543

475

-12%

PE

1.569

1.288

-18%

PI

348

293

-16%

RN

557

472

-15%

SE

338

280

-17%

Nordeste

8.088

6.980

-14%

DF

1.867

1.830

-2%

GO

1.509

1.321

-12%

MS

782

742

-5%

MT

852

807

-5%

Centro-Oeste

5.010

4.700

-6%

ES

1.080

934

-13%

MG

5.767

5.753

0%

RJ

7.768

7.236

-7%

SP

27.255

26.134

-4%

Sudeste

41.869

40.057

-4%

PR

3.801

4.149

9%

RS

4.278

4.158

-3%

SC

2.730

2.560

-6%

Sul

10.809

10.868

1%

Brasil

67.605

64.377

-5%

R$ milhões

2019

2020

Var %

Norte

1.829

1.771

-3%

Nordeste

8.088

6.980

-14%

Centro-Oeste

5.010

4.700

-6%

Sudeste

41.869

40.057

-4%

Sul

10.809

10.868

1%

Brasil

67.605

64.377

-5%

%

2019

2020

Norte

3%

3%

Nordeste

12%

11%

Centro-Oeste

7%

7%

Sudeste

62%

62%

Sul

16%

17%

Brasil

100%

100%

        O segmento VGBL + PGBL teve também um comportamento similar aos outros ativos citados anteriormente. Ou seja, queda. Para explicar tal comportamento, a pandemia é o principal fator.