Análise Estatísticas – Fenacor (dados disponíveis até março/2017)

Fonte: SUSEP



1) Introdução

O objetivo desse texto é fazer uma análise da evolução mensal do mercado segurador brasileiro, visto pelo enfoque dos Estados da União e a partir dos dados públicos da SUSEP.

O texto está dividido da seguinte forma.

- A análise de seguros é separada nos ramos Automóvel, seguro DPVAT, Pessoas, Patrimonial e Demais. Não está considerado o segmento VGBL. O critério de receita é Prêmios Diretos.
- Em capitalização, o critério de receita é prêmios.
- Em previdência, o critério é renda de contribuição. Soma-se o VGBL a este tópico.
- Em todos os ramos, se calcula o valor por Estados e por Região do país.
- Nesse texto, os dados estão acumulados até março/2017, comparados ao mesmo período do ano anterior.
- Todos os valores estão em R$ milhões.

 

2) Seguros

a) Total

R$ milhões

2016

2017

Var %

AC

20

20

-4%

AM

123

126

3%

AP

20

15

-23%

PA

199

210

6%

RO

87

97

11%

RR

18

16

-10%

TO

79

72

-8%

Norte

545

556

2%

AL

105

113

8%

BA

651

618

-5%

CE

407

406

0%

MA

155

171

10%

PB

178

149

-16%

PE

493

528

7%

PI

97

105

8%

RN

142

144

1%

SE

96

119

24%

Nordeste

2.322

2.354

1%

DF

1.246

1.169

-6%

GO

541

610

13%

MS

204

276

36%

MT

298

339

14%

Centro-Oeste

2.288

2.394

5%

ES

284

309

9%

MG

2.269

2.310

2%

RJ

2.573

2.601

1%

SP

10.208

10.478

3%

Sudeste

15.335

15.698

2%

PR

1.654

1.751

6%

RS

1.788

1.870

5%

SC

869

940

8%

Sul

4.311

4.561

6%

Brasil

24.801

25.563

3%

 

R$ milhões

2016

2017

Var %

Norte

545

556

2%

Nordeste

2.322

2.354

1%

Centro-Oeste

2.288

2.394

5%

Sudeste

15.335

15.698

2%

Sul

4.311

4.561

6%

Brasil

24.801

25.563

3%

 

%

2016

2017

Norte

2%

2%

Nordeste

9%

9%

Centro-Oeste

9%

9%

Sudeste

62%

61%

Sul

17%

18%

Brasil

100%

100%

 

Até março de 2017, quando comparado ao mesmo período de 2016, temos:

- O faturamento total do setor de seguros subiu 3%, mas esse número está fortemente influenciado pelo seguro obrigatório DPVAT.
- Quando excluímos a receita desse ramo de seguro, tal valor sobe para 8%. Nesse exercício de 2017, houve um ajuste negativo nos prêmios desse ramo, conforme determinação do governo federal, daí essa diferença. Essa taxa de crescimento de 8%, acima da taxa de inflação, é um ponto favorável para o segmento.
- A evolução do segmento continua favorável.

 

b) Automóvel (sem DPVAT)

R$ milhões

2016

2017

Var %

AC

3

3

-4%

AM

39

33

-16%

AP

4

1

-67%

PA

68

67

-1%

RO

30

31

4%

RR

4

1

-68%

TO

23

24

4%

Norte

171

161

-6%

AL

50

52

3%

BA

311

278

-11%

CE

164

171

4%

MA

45

49

8%

PB

61

59

-3%

PE

167

187

11%

PI

37

39

6%

RN

60

63

6%

SE

41

44

7%

Nordeste

937

942

1%

DF

223

212

-5%

GO

218

230

5%

MS

69

77

12%

MT

94

103

10%

Centro-Oeste

605

623

3%

ES

129

134

4%

MG

623

663

6%

RJ

636

660

4%

SP

2.854

3.087

8%

Sudeste

4.242

4.545

7%

PR

546

600

10%

RS

558

602

8%

SC

376

395

5%

Sul

1.481

1.597

8%

Brasil

7.436

7.867

6%

 

R$ milhões

2016

2017

Var %

Norte

171

161

-6%

Nordeste

937

942

1%

Centro-Oeste

605

623

3%

Sudeste

4.242

4.545

7%

Sul

1.481

1.597

8%

Brasil

7.436

7.867

6%

 

%

2016

2017

Norte

2%

2%

Nordeste

13%

12%

Centro-Oeste

8%

8%

Sudeste

57%

58%

Sul

20%

20%

Brasil

100%

100%

Nos dois primeiros meses do ano, houve aumento de faturamento no ramo automóvel de 6%. O maior destaque coube aos estados da região sul e sudeste. Esse patamar está acima da taxa inflacionária no período.

 

c) Seguro DPVAT

R$ milhões

2016

2017

Var %

AC

8

6

-30%

AM

15

12

-21%

AP

6

4

-26%

PA

34

28

-17%

RO

23

19

-15%

RR

5

4

-22%

TO

14

8

-39%

Norte

105

82

-22%

AL

22

16

-28%

BA

63

54

-14%

CE

49

40

-18%

MA

51

43

-14%

PB

24

15

-35%

PE

142

126

-11%

PI

26

20

-23%

RN

30

20

-34%

SE

18

16

-8%

Nordeste

423

351

-17%

DF

78

58

-25%

GO

65

37

-44%

MS

17

16

-10%

MT

54

41

-25%

Centro-Oeste

215

152

-29%

ES

16

18

10%

MG

688

487

-29%

RJ

333

222

-33%

SP

1.020

692

-32%

Sudeste

2.058

1.419

-31%

PR

268

190

-29%

RS

255

169

-34%

SC

109

81

-26%

Sul

632

440

-30%

Brasil

3.433

2.443

-29%

 

R$ milhões

2016

2017

Var %

Norte

105

82

-22%

Nordeste

423

351

-17%

Centro-Oeste

215

152

-29%

Sudeste

2.058

1.419

-31%

Sul

632

440

-30%

Brasil

3.433

2.443

-29%

 

%

2016

2017

Norte

3%

3%

Nordeste

12%

14%

Centro-Oeste

6%

6%

Sudeste

60%

58%

Sul

18%

18%

Brasil

100%

100%

 

Em 2017, haverá uma queda expressiva do faturamento do seguro DPVAT, conforme determinação do governo federal ao final de 2016. Ao final, essa queda será de quase 30% da receita.

 

d) Pessoas

R$ milhões

2016

2017

Var %

AC

5

7

26%

AM

40

45

14%

AP

6

7

16%

PA

65

63

-2%

RO

18

24

34%

RR

5

6

30%

TO

13

14

5%

Norte

151

166

10%

AL

19

25

33%

BA

169

145

-14%

CE

114

123

8%

MA

32

35

8%

PB

36

42

16%

PE

116

133

14%

PI

19

25

35%

RN

31

34

12%

SE

24

29

21%

Nordeste

560

591

6%

DF

443

664

50%

GO

118

144

22%

MS

57

64

12%

MT

65

73

13%

Centro-Oeste

683

945

38%

ES

76

93

22%

MG

513

578

13%

RJ

670

735

10%

SP

3.306

3.520

6%

Sudeste

4.566

4.926

8%

PR

422

443

5%

RS

565

635

12%

SC

200

246

23%

Sul

1.187

1.324

12%

Brasil

7.146

7.952

11%

 

R$ milhões

2016

2017

Var %

Norte

151

166

10%

Nordeste

560

591

6%

Centro-Oeste

683

945

38%

Sudeste

4.566

4.926

8%

Sul

1.187

1.324

12%

Brasil

7.146

7.952

11%

 

%

2016

2017

Norte

2%

2%

Nordeste

8%

7%

Centro-Oeste

10%

12%

Sudeste

64%

62%

Sul

17%

17%

Brasil

100%

100%

 

Nesse início do ano, a evolução do ramo de pessoas está sendo favorável, quando comparada ao mesmo período do ano anterior. Até agora, temos uma variação total de 11%.

 

e) Patrimonial

R$ milhões

2016

2017

Var %

AC

2

2

-16%

AM

15

20

31%

AP

1

1

-11%

PA

16

23

41%

RO

10

12

26%

RR

1

2

23%

TO

7

8

4%

Norte

53

67

26%

AL

8

10

24%

BA

52

61

17%

CE

59

37

-38%

MA

12

17

36%

PB

17

18

4%

PE

34

42

24%

PI

10

10

7%

RN

13

12

-6%

SE

7

15

133%

Nordeste

212

223

5%

DF

103

69

-33%

GO

52

55

6%

MS

18

19

4%

MT

21

22

4%

Centro-Oeste

194

165

-15%

ES

28

25

-12%

MG

223

219

-2%

RJ

349

358

2%

SP

1.694

1.717

1%

Sudeste

2.295

2.318

1%

PR

168

171

2%

RS

194

192

-1%

SC

95

123

30%

Sul

457

486

6%

Brasil

3.212

3.259

1%

 

R$ milhões

2016

2017

Var %

Norte

53

67

26%

Nordeste

212

223

5%

Centro-Oeste

194

165

-15%

Sudeste

2.295

2.318

1%

Sul

457

486

6%

Brasil

3.212

3.259

1%

 

%

2016

2017

Norte

2%

2%

Nordeste

7%

7%

Centro-Oeste

6%

5%

Sudeste

71%

71%

Sul

14%

15%

Brasil

100%

100%

 

Até agora, o faturamento até março de 2017 dos seguros do ramo patrimonial é praticamente idêntico ao do mesmo período de 2016.


f) Demais

R$ milhões

2016

2017

Var %

AC

2

3

53%

AM

14

16

19%

AP

2

1

-48%

PA

16

28

81%

RO

7

11

45%

RR

3

3

15%

TO

21

18

-14%

Norte

64

80

24%

AL

5

10

85%

BA

56

80

44%

CE

20

36

77%

MA

14

27

89%

PB

40

15

-63%

PE

34

41

20%

PI

6

11

77%

RN

8

14

67%

SE

7

14

118%

Nordeste

190

247

30%

DF

399

166

-59%

GO

87

145

66%

MS

42

101

138%

MT

63

99

57%

Centro-Oeste

592

510

-14%

ES

35

40

13%

MG

221

362

64%

RJ

584

626

7%

SP

1.334

1.462

10%

Sudeste

2.174

2.490

15%

PR

250

347

39%

RS

216

273

26%

SC

89

95

7%

Sul

554

714

29%

Brasil

3.575

4.042

13%

 

R$ milhões

2016

2017

Var %

Norte

64

80

24%

Nordeste

190

247

30%

Centro-Oeste

592

510

-14%

Sudeste

2.174

2.490

15%

Sul

554

714

29%

Brasil

3.575

4.042

13%

 

%

2016

2017

Norte

2%

2%

Nordeste

5%

6%

Centro-Oeste

17%

13%

Sudeste

61%

62%

Sul

16%

18%

Brasil

100%

100%

 

A variação dos demais ramos também foi bem positiva. Por exemplo, podemos destacar a evolução dos ramos garantia e habitacional.

 

f) Ramos de Seguros

R$ milhões

2016

2017

Var %

Auto (sem DPVAT)

7.436

7.867

6%

DPVAT

3.433

2.443

-29%

Pessoas

7.146

7.952

11%

Patrimonial

3.212

3.259

1%

Demais

3.575

4.042

13%

Total

24.801

25.563

3%

 

%

2016

2017

Auto (sem DPVAT)

30%

31%

DPVAT

14%

10%

Pessoas

29%

31%

Patrimonial

13%

13%

Demais

14%

16%

Total

100%

100%

 

Na análise da participação dos ramos, o segmento de automóvel (sem DPVAT) representa de 31% do total, vindo a seguir o ramo de pessoas, com um valor praticamente idêntico. Nesse ano, um fato importante é a queda de participação do seguro DPVAT, de 14% para quase 10%.
 

3) Capitalização

R$ milhões

2016

2017

Var %

AC

6

8

19%

AM

33

36

8%

AP

5

7

24%

PA

53

66

23%

RO

20

21

8%

RR

4

5

18%

TO

14

18

29%

Norte

136

160

18%

AL

34

23

-34%

BA

144

155

8%

CE

78

88

12%

MA

35

41

19%

PB

28

36

31%

PE

86

99

15%

PI

19

29

52%

RN

41

43

6%

SE

22

21

-4%

Nordeste

487

536

10%

DF

82

120

46%

GO

119

132

10%

MS

50

55

10%

MT

57

59

3%

Centro-Oeste

309

365

18%

ES

55

60

9%

MG

378

418

11%

RJ

519

534

3%

SP

1.743

1.823

5%

Sudeste

2.696

2.835

5%

PR

256

288

12%

RS

381

417

10%

SC

198

220

11%

Sul

835

925

11%

Brasil

4.462

4.821

8%

 

R$ milhões

2016

2017

Var %

Norte

136

160

18%

Nordeste

487

536

10%

Centro-Oeste

309

365

18%

Sudeste

2.696

2.835

5%

Sul

835

925

11%

Brasil

4.462

4.821

8%

 

%

2016

2017

Norte

3%

3%

Nordeste

11%

11%

Centro-Oeste

7%

8%

Sudeste

60%

59%

Sul

19%

19%

Brasil

100%

100%


Nos três primeiros meses do ano, o faturamento desse segmento cresceu 8%, quando comparado ao valor do mesmo período do ano anterior.

 

4) VGBL + Previdência

R$ milhões

2016

2017

Var %

AC

9

10

16%

AM

144

152

6%

AP

5

8

67%

PA

116

145

25%

RO

36

44

19%

RR

5

6

30%

TO

41

75

81%

Norte

356

440

24%

AL

76

120

58%

BA

781

1.053

35%

CE

783

962

23%

MA

82

110

34%

PB

82

103

26%

PE

704

883

26%

PI

24

29

21%

RN

58

69

18%

SE

26

44

68%

Nordeste

2.615

3.373

29%

DF

251

356

41%

GO

951

1.246

31%

MS

126

140

11%

MT

95

140

47%

Centro-Oeste

1.423

1.881

32%

ES

149

181

21%

MG

1.870

2.470

32%

RJ

3.011

3.734

24%

SP

9.652

12.479

29%

Sudeste

14.683

18.864

28%

PR

1.251

1.628

30%

RS

1.017

1.410

39%

SC

790

1.038

31%

Sul

3.058

4.076

33%

Brasil

22.135

28.634

29%

 

R$ milhões

2016

2017

Var %

Norte

356

440

24%

Nordeste

2.615

3.373

29%

Centro-Oeste

1.423

1.881

32%

Sudeste

14.683

18.864

28%

Sul

3.058

4.076

33%

Brasil

22.135

28.634

29%

 

%

2016

2017

Norte

2%

2%

Nordeste

12%

12%

Centro-Oeste

6%

7%

Sudeste

66%

66%

Sul

14%

14%

Brasil

100%

100%


No segmento VGBL + Previdência, a variação de receita foi bem favorável em 2016. Em princípio, em 2017, a tendência atual sinaliza uma continuação.