Tragédia impacta desempenho do setor em maio

Tragédia impacta desempenho do setor em maio

A sinistralidade nos seguros de danos saltou para 66,1% em maio de 2024; o mesmo indicador estava em 42,1% no mês anterior. Esse aumento na média nacional ocorre no mesmo mês em que foi declarado estado de calamidade pública em diversos municípios do Rio Grande do Sul.  

Segundo a Susep, em um recorte por estado, observa-se que, no Rio Grande do Sul, os valores de sinistros diretos no segmento de danos totalizaram R$ 1,69 bilhão em maio de 2024, um crescimento de 192,5% em relação a abril, quando o montante foi de R$ 580 milhões.  

A Susep, para conhecer melhor a dimensão do impacto das enchentes no Rio Grande do Sul no mercado segurador, seguirá monitorando de perto a sinistralidade na região afetada. A Autarquia, desde o início da emergência, vem fazendo estudos para análise das possíveis consequências do evento sobre os mercados supervisionados, verificando, além dos sinistros avisados, o devido atendimento aos segurados e, ainda, os aspectos financeiros e prudenciais das seguradoras.  

Para o mês de maio, o relatório traz, ainda, outros destaques, como a arrecadação total no setor nos primeiros cinco meses do ano, que foi de R$ 174,54 bilhões, um crescimento de 17,2% em relação ao mesmo período de 2023. 

Ainda conforme o documento, os valores que retornaram à sociedade totalizaram R$ 99,12 bilhões até o quinto mês, dos quais, R$ 22,58 bilhões somente em maio.  

Os segmentos de seguros de danos e pessoas, excluindo-se o VGBL, tiveram, no acumulado até maio, uma arrecadação de R$ 81,47 bilhões, alta de 11,47% frente ao mesmo período de 2023, quando a arrecadação foi de R$ 73,09 bilhões. 

Já os seguros de danos tiveram crescimento de 8,5% na arrecadação de prêmios na comparação do acumulado até maio de 2024 com o mesmo período de 2023.  

O documento informa ainda que, nos seguros de pessoas, o seguro de vida alcançou em maio de 2024 o montante acumulado de R$ 13,64 bilhões, obtendo um crescimento de 16,1% em relação ao mesmo período de 2023.? 

Estes e outros destaques estão detalhados no relatório Síntese Mensal de maio, que pode ser acessado no site da Susep.  

Para consultar os dados da autarquia de forma ainda mais dinâmica, acesse o Painel de Inteligência do Mercado de Seguros, o Painel Susep. 

Por fim, destacamos que, para melhor orientar a população vitimada pelas enchentes no Rio Grande do Sul, a Susep lançou um Guia de Orientações sobre os principais seguros que podem conter coberturas para os danos causados por eventos climáticos.

Fonte: Susep

Compartilhe: Facebook Twitter Google Plus Linkedin Whatsapp